fbpx

Carta Missionária

“Bem-aventurada é a nação cujo Deus é o Senhor, e o povo ao qual escolheu para sua herança”. Salmos 33:12

Saudações aos amados irmãos e cooperadores de nosso ministério junto ao povo Tuxá.

Somos muito gratos a Deus por ter nos escolhidos para este ministério em que pretendemos ver futuramente o povo Tuxá servindo e amando somente o Deus criador dos céus e da terra, pois assim será bem-aventurada como diz o texto acima, neste objetivo oramos e trabalhamos na força e sabedoria do Senhor Jesus.

Queremos compartilhar com os amados um relato histórico de uma indígena Tuxá sobre as mudanças ocorridas em sua língua e cultura: “No passado, nosso povo falava sua própria língua, o proká. Quando os portugueses invadiram o sertão fomos vítimas de guerras e perseguições, por fim forçados a deixar de falar nosso idioma, passando a fazer uso apenas da língua portuguesa. Por causa dessa história de violência nossa cultura mudou bastante. Além da perda do nosso idioma, passamos a morar em casa de alvenaria e a usar roupas dos brancos e a fazer uso de uma série de objetos introduzidos. Mesmo com essas mudanças não perdemos a nossa identidade, não deixamos de ser Tuxá e ainda guardamos vivos na nossa cultura muitos dos costumes e tradições deixados pelos nossos antepassados, como o toré”.

Diante disto meus amados clamamos a Deus que o povo Tuxá, não entenda que o Evangelho é mais uma religião do branco, mas que eles entendam que é a vontade do criador dos céus e da terra que eles precisam de Jesus como todos nós. Acreditamos que através de uma explicação contextualizada da Palavra e a ação do Espírito Santo eles poderão entender. É nossa oração.

Em nosso ministério temos que tomar algumas decisões que não é de boa compreensão de todos os irmãos e igrejas que apoiam nosso trabalho, mas queremos informar que tivemos que abrir mão do trabalho na igreja (Igreja Bíblica), que existia aqui e que tinha brancos e índios na mesma, sendo que todos são da cidade e não da aldeia que eram membros desta igreja, com isso queremos lembrar nossos irmãos que o objetivo de estarmos aqui é alcançar o povo Tuxá e não pastorear igreja, nosso desejo e alvo é que entre o povo surja uma igreja e dentre eles se estabeleça sua própria liderança. Assim estamos acompanhando os irmãos para uma igreja batista aqui na cidade e já conversamos com o pastor e explicamos a situação para ele. Oramos por esta adaptação para esses amados irmãos.

Diante desta nova retomada de estratégia estamos tendo mais tempo com os indígenas e assim obtendo mais informações que serão muito importantes no futuro quando formos ensiná-los a Palavra de Deus.

Estamos bem de saúde e animados apesar das mudanças, pois cremos que o Nosso Deus é conhecedor de todas as coisas e está nos conduzindo conforme a sua boa vontade. Estamos à disposição de explicar melhor caso os amados queiram saber mais detalhes sobre o nosso trabalho aqui. Fiquem à vontade para entrarem em contato com nós.

Nos despedimos dos amados irmãos agradecendo pelas orações, ofertas e pelo apoio em nosso ministério. “Juntos podemos muito mais”!

Orem por nós!

No amor do mestre Jesus,

 

Marcio e Jussa Diniz,

Servindo ao Senhor em Rodelas-BA.